Bem-vindos!

Toda noite, antes de dormir, penso em vocês, e programo algo bem bonito para postar. Assim, vou dormir feliz, com pensamentos bons.
No dia seguinte, após acordar e fazer o que costumamos fazer nas manhãs, sento-me e posto algo bem bonito para vocês.
Assim, meu dia começa bem!

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

O segredo da felicidade da Tia Julieta

Tia Julieta foi a pessoa mais feliz que conheci na vida. Claro que ela possuía algumas características que viabilizavam sua felicidade:  tinha sido casada com um homem decente; tinha saúde normal; uma filha com a qual se dava bem; dois netos; morava em um bom apartamento em Copacabana e tinha uma casa em Araras na qual recebia os amigos. Que eram muitos.
Só para ter uma ideia, minhas amigas eram amigas dela!Ela era bem mais velha que minha mãe, que não era muito jovem.
Na foto, vemos meu filho aos 2 anos achando o presente de Páscoa, um aviãozinho recheado de ovinhos de chocolate, na casa de Tia Julieta.
Ela recebia em sua casa quem quisesse ir, oferecendo quitutes inesquecíveis!
Ela reciclava antes da palavra reciclagem existir! Sua casa feita de material de demolição fornecia surpresas, assim como os objetos: o lustre era uma gaiola de passarinho pintada enfeitada com margaridas que vinham nos embrulhos da Loja Raquel. A mesa, um tampo de mármore gasto sobre pés de máquina de costura antiga... A casa era uma delícia!

Diariamente, quando no Rio, Tia Julieta ia à praia com seu robe branco atoalhado, chapeuzinho de palha e sua cadeirinha. Em pouco segundos estava cercada de amigos de todas as idades. Eu inclusive.  Nunca ouvi de sua boca uma fofoca, uma maledicência, uma reclamação. Até mesmo quando tinha suas doenças geriatricas encarava com diversão.
Comum era encontrá-la sempre arrumadinha com um par de brincos de bolas brancas, colar de bolas brancas de plastico, cabelo grisalho impecável sorrindo pelas ruas de Copacabana. 
Eu pensava: como pode ser tão feliz? Um dia, entendi:
- Olá! como vai?
- Vou bem, tia! e você?
-Ah! hoje meu neto vem me visitar, estou indo à padaria comprar um pãozinho doce para o lanche..
E tudo se esclareceu: Tia Julieta gostava da rotina de sua vida! Gostava de ira praia pela  manhã e olhar o mar cercada de gente variada; gostava de ir ao cabeleireiro deixar seu cabelo organizadamente sorridente(as pontas viravam para cima) gostava de receber os amigos, de preparar tudo para tal e ainda: não fazia estoque. Diariamente, após o almoço, ia ao supermercado comprar o que precisava. Comprava apenas o necessário para o dia seguinte. Assim , não carregava peso, variava e , principalmente, segundo ela" não adormecia, era um jeito de se exercitar". Bem informada, lia o jornal diariamente, assistia TV à noite e era impressionantemente , constantemente, feliz. Gostar de sua rotina , foi que essa tia me ensinou!

2 comentários:

  1. fofo !!! eu acredito piamente nisso . . .
    muito fofo e verdadeiro o post

    ResponderExcluir
  2. Oba!! comentário!! obrigada e boa noite e até amanhã!!!!

    ResponderExcluir