Bem-vindos!

Toda noite, antes de dormir, penso em vocês, e programo algo bem bonito para postar. Assim, vou dormir feliz, com pensamentos bons.
No dia seguinte, após acordar e fazer o que costumamos fazer nas manhãs, sento-me e posto algo bem bonito para vocês.
Assim, meu dia começa bem!

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

A Poesia mais linda em nossa língua e de brasileiro

Olavo Bilac amava e era correspondido.Mas, amava a irmã do melhor amigo e o amigo proibia o encontro.E  o poeta, como homem honrado da época, final do século XVIII, respeitava. Aí, escreveu a página mais bonita da nossa lingua. Comece o dia lendo esse poema em voz alta!!
Via Láctea

"Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
Perdeste o senso"! E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-las, muita vez desperto
E abro as janelas, pálido de espanto...

E conversamos toda a noite, enquanto
A via láctea, como um pálio aberto,
Cintila. E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.

Direis agora! "Tresloucado amigo!
Que conversas com elas? Que sentido
Tem o que dizem, quando estão contigo?"

E eu vos direi: "Amai para entendê-las:
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e de entender estrelas".





Um comentário:

  1. Essa poesia é um clássico. Olavo Bilac é sensacional. Acho maravilhoso esse poema. As imagens lindas.Bjs

    ResponderExcluir