Bem-vindos!

Toda noite, antes de dormir, penso em vocês, e programo algo bem bonito para postar. Assim, vou dormir feliz, com pensamentos bons.
No dia seguinte, após acordar e fazer o que costumamos fazer nas manhãs, sento-me e posto algo bem bonito para vocês.
Assim, meu dia começa bem!

quarta-feira, 7 de março de 2012

Uma seleção pessoal de pensamentos sobre amizade

Bom dia! Essa foto mostra a minha amiga mais antiga. Éramos vizinhas deporta. Brincamos juntas desde os 4 anos de idade. Recentemente, nos encontramos no casamento do meu filho. Em homenagem aos 54 anos de amizade, uma coletânea de frases sobre amizade que juntei nos meus idos 17 anos. Sendo Regina a homenageada, vai também para Flávia e Ana , que são primas-amigas; Monica, Laís, Luis, Rosane, Tarsila, Lucia, Márcias, Angelas e Denises. Também para Luisa e Claudia reencontradas há pouco com felicidade! E para tanta gente-querida ainda não amiga do peito mas que quero tanto bem.  E para tantas amigas virtuais que, se ainda não chegamos tão perto nos nossos corações, o chegamos nos pensamentos!

A amizade é a ciência dos homens livres

O homem deve formar um elo. Primeiro com aqueles cujas mãos possam alcançar. Seus próximos, sua fmaília, os que moram em sua casa, na sua rua, seus colegas. Se não esstiver em comunhão com eles a humanidade inteira poderia reunir-se e o homem continuaria um isolado.

Se seu amigo só tiver uma orelha, olhe-o de perfil.
Ser amigo é ter duas vidas.
O amigo é aqule que vibra com as nossas alegrias e sofre com as nossas dores.

Um irmão pode não ser um amigo , mas um amigo é sempre um irmão.
Nossos amigos não são perfeitos, tampocuco somos nós, e esta é a razão de nos combinarmos tão bem.
Para acolher os outros é preciso que tenha lugar dentro de si: esvazie-se de si mesmo!

O coração da gente é uma porta que abre por dentro. Para que alguém entre n ele, se for muito habilidoso e insistente pode arrombar a porta, mas só entra com nossa permissão.

A única  maneira de ter um amigo é ser um.

Cada um deveria ter um cemitério muito grande pra enterrar as faltas dos nossos amigos.
Dizem que nas horas de infelicidade se reconhecem os amigos. Não concordo, nessas horas vemos os falsos amigos. Nas horas das conquistas , vitórias felizes é que conhecemos nossos verdadeiros amigos!
Amanheci no dia 13 de junho respirando a ausência do meu amigo. Ele foi-se para Parsagada e eu fiquei responsável por dois destinos.
Há na minha pequena estante um livro intitulado" A arte de fazer amigos" Desconhece o auto, que, para estes serem feitos, é preciso a mão do mundo que ainda não escreveu nenhum livro.


Fui caminhando ao lado do meu pai . Fui saboreando , ombro a ombra, com ele a doçura da palavra amigo.

Toda amizade requer um culto.

O meu amigo importante foi morara nas regiões mais altas da arte, o que correspondeu, sobretudo, a seu isoloamento em torres demarfim. Dele só as notícias dos jornais, que chegam a té mim num misto de admiração e inveja.

Nasceram (quae juntas) andaram, brincaram, brigaram, dormiram, vestiram, comeram, cresceram. Colétio, caderno, freiras, comunhão, coro, colegas, petecas, aniversários. Sempre opostas , diferentes, sempre juntas. Festinhas, rapazes, viagens, 15 anos, carnavais, saravás, faculdades . E dores e choros e risos e começos e fins.
20 anos, 7300 dias.
De repente uma partiu. Longe. mUito longe. Uma cama vazia, uma rmário vazio, uma dadeira de mais. A mesam casa, a mesma festa amesma hora e uma só. 
E novos dias, novas lemranças, festnaças. Sábaos e segundas, e faculdades e viagens, choros risos, anos e naos mas em um só. Era uma. A outra partiu. Seu lugar ocupou o tempo vazio, perdido, cedido. Que fechou em um ano, vinte de brigas, de vidas de chores e risos e comçeos e de fins.
De novo.  figos, uvas, peras e maçãs. Realizações e ilusões. Uma e outra e uma só.

Ninguém temuma duplicata na amizade.

Um homem sem amigos é a mão esquerda sem a direita.
É melhro estar em correntes coma amigos do que em um jardim com estranhos.

Só a vida vivida para os outros vale a pena ser vivida.


Coitados dos que se gabam de nunca terem tido inimigos: devem ter se sobressaído pouco na vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário